O galileu
janeiro 3, 2017
Um deserto no Jardim, um jardim no Deserto
janeiro 3, 2017

Todos os caminhos levam a Deus?

Numa geração marcada pela a identidade de não ter identidade é comum ouvirmos das pessoas frases como: “O importante é ser feliz”, “Não dá nada”, “Que esse amor seja eterno enquanto dure”, dentre outras frases, também ouvimos a frase: “todos os caminhos levam a Deus”. Esta frase é sempre dita quando se trata de buscar a Deus, não importando a igreja e seus ensinamentos bíblicos. Há algum problema nisto? A Bíblia apresenta algo sobre este assunto?

Entendemos que a Bíblia é a Palavra de Deus e compreendê-la é de fundamental importância para que cresçamos no conhecimento e assim não pereçamos por falta dele.

Em Genesis 4:1-5 é relatada a história de Caim e Abel. Ambos foram a presença de Deus para apresentar suas ofertas. “Caim trouxe do fruto da terra uma oferta ao Senhor, e Abel trouxe das primícias do seu rebanho.” (Genesis 4:3-4) O relato diz que Deus não se agradou da oferta de Caim. Por que Deus não gostou desta oferta? Pois ambos foram orientados por seus pais que a oferta significava o perdão dos pecados, pois o pecado tinha como salário a morte. Sendo assim a oferta tinha quer envolver derramamento de sangue, pois sem o mesmo não haveria remissão. (Hebreus 9:22)

Percebemos que Caim foi até a presença de Deus, como muitas pessoas também hoje em dia vão, porém, o caminho que Caim trilhou para ir a Deus não o levou ao seu destino desejado, pois depois deste encontro ele, por inveja, assassinou seu irmão.

Aprendemos com este relato que ir a Deus não pode ser segundo o “eu acho melhor”, e sim, o que Deus diz que é melhor. No capítulo 7 de Mateus, Jesus explica melhor esse assunto ao dizer: “Nem todo o que me diz: Senhor, Senhor! Entrará no reino dos céus, mas aquele que faz a vontade de meu Pai, que está nos céus. Muitos, naquele dia, hão de dizer-me: Senhor, Senhor! Porventura, não temos nós profetizado em teu nome, e em teu nome não expelimos demônios, e em teu nome não fizemos muitos milagres? Então lhes direi explicitamente: nunca vos conheci. Apartai-vos de mim, os que praticais a iniquidade. ” (Mateus 7:21-23)

Segundo Jesus, o que divide os “Cains” dos “Abeis”, é a vontade do Pai. Os que fizeram a vontade do Pai estavam no caminho certo que levava a Deus; os que não fizeram a vontade do Pai estavam buscando a Deus, mas pelo caminho errado.

A Bíblia, Palavra de Deus, nos mostra a vontade do Pai. Leia e Bíblia e descubra a vontade de Deus para a sua vida, e assim caminhe tranquilo no caminho seguro que de fato nos leva a Deus, pois como vimos, não são todos os caminhos que nos levam a Ele.

 

Jorge Luiz Souza
Jorge Luiz Souza
Jorge Luiz Sousa da Rosa é pastor estudantil no Colégio Adventista de Florianópolis – Estreito – em Santa Catarina.